sábado, 29 de novembro de 2008

1983: João Maria e as cheias de Porto União

Rio Iguaçu visto das grutas usadas por João Maria no morro da Cruz (Porto União-SC)

Quando esteve na cidade em 1896, São João Maria plantou uma cruz no alto de um morro. Previu que se um dia ela caísse, o rio Iguaçu subiria de nível e inundaria a cidade. Dias antes das enchentes de julho de 1983, a cruz tombou de lado, sem chegar a cair. Foi o suficiente para que a população realizasse procissões até o morro da Cruz, mas isso não bastou: a chuva engrossou e as águas cobriram a cidade. Só ficaria de fora, segundo a profecia, a residência do coronel Amazonas Marcondes. Era um homem bom e quedaria a salvo. E foi o que aconteceu. A casa ainda existe. Confira abaixo as fotos que fiz da enchente de 1983, quase todas a bordo de um helicóptero da Aeronáutica que atendia os flagelados. E outras imagens. Há também o relato de Cleto da Silva sobre a presença de João Maria em Porto União/União da Vitória - a cidade era uma só, mas foi dividida após o fim da guerra do Contestado.


Porto União, 1896

“[...] passa por União da Vitória o mui falado profeta João Maria1,’São João Maria’, como costumam os sertanejos dizer.

É um ancião de estatura regular, alourado, tendo o sotaque de espanhol.

João Maria diz andar cumprindo uma promessa, pelo que peregrinava há muito tempo, porém que brevemente te-la-á terminado.

Aconselha aos sertanejos que plantem bastante. Não gosta de ser acompanhado por grupos.

Carrega a tiracolo um saco de algodão e, dentro dele, uma barraca pequena e uma panelinha.

Traz consigo um crucifixo e outras pequenas imagens de santos.

Costuma pousar à beira dos caminhos, procurando local de boa água.

Depois que o profeta deixa o pouso, os moradores da vizinhança fazem um cercadinho ao redor da fonte, que se torna dali em diante, para eles milagrosa, pois piamente acreditam ser João Maria um santo.
O profeta não aceita dinheiro: contenta-se quando lhe oferecem alguma verdura, um pedaço de queijo ou um pouco de leite.

Pouco se demora nas comunidades.

Aconselha a que tenha o povo bastante crença em Deus e que trabalhe para desviar as más tentações.

João Maria, pacífico monge, tão popular nos sertões do Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso e Goiás, aconselhou aos moradores de União da Vitória, a que plantassem uma cruz no morro mais alto da cidade, que é o chamado ‘Morro da Cruz’2.

Efetivamente essa cruz (uma grande cruz de madeira) ali colocada há muitos anos; depois outra foi substituída e ainda uma outra de cimento foi naquele morro plantada pela família Savi.

De quando em quando, os devotos galgam o cume do Morro e ali rezam, fazem suas promessas e acendem velas.

Ficou esse profeta consagrado pelos antigos habitantes de União da Vitória, por cuja localidade passou ele várias vezes; mesmo entre pessoas cultas tem o profeta grande veneração.

Lendas se fizeram em torno da personalidade do ‘seu’ João Maria, as mais interessantes e todas cheias de misticismo religioso.

Há quem narre as muitas profecias feitas pelo velho peregrino, algumas das quais, dizem, se realizaram.

Damos o retrato do benquisto monge que, nos garantiram pessoas que o conheceram, ser verdadeiro.


1 Não confundir o profeta João Maria com o célebre ‘monge’ José Maria, do Irani.
2 O morro da Cruz tem a altitude de 943 metros sobre o nível do mar".



Residência do coronel Amazonas Marcondes. Segundo a tradição oral, João Maria garantiu que ela seria poupada da enchente. Em 1983 ela não foi atingida pelas águas, uma das poucas a escapar.

Aspectos das grutas usadas por João Maria na sua passagem por Porto União em 1896.

Escultura de Itacir Bortoloso no Parque Monge João Maria (Porto União-SC). Embaixo um pouco do ambiente onde fica a imagem.




FOTOS DA ENCHENTE DE 1983 EM PORTO UNIÃO



















Marco em forma de "x" para permitir pouso com ajuda







Repórter Ilse Moreira entrevista os tripulantes do helicóptero da Aeronáutica.


48 comentários:

  1. amigo celso meus parabens pelas fotos agradeço por ter lembrado que passamos por algo parecido e espero que sirva para nós aki ajudarmos mais este pessoal ai de baixo que esta passando por algo pior
    Um grande abraço amigo

    ResponderExcluir
  2. eu morava em porto união na epoca deste (alagamento) porque alagaram nossa cidade;hoje moro em PARANAGUA; mas sinto saudades do povo dai;trabalhava no açougue catarinense; abraços ao sr Gilson Sedano Rodrigues e a sua dignissima esposa(nena) como carinhosamentye gostava que a chamassemos;(jose henrique pombo VOI)

    ResponderExcluir
  3. lembo-me que na época todos nós fisemos uma passeata até o morro do (joão Maria profeta); na ocasião eu ainda não tinha uma opinião formada sobre religião era do tipo (maria vai com as outras).Mas quando o povo quer ele se une ; poderia ser assim todos os dias da nossa vida.(POMBO VOI)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, sou de Porto União(SC) e ao ler os o texto sobre João Maria, o morro, e as cheias que aconteceram a muito tempo atrás, li seus comentários, o qual citou que trabalhou no açougue Catarinense. Gostaria, com meus pêsames, informar que a no máximo duas semanas atras, ouvimos na rádio que o Sr. Gilson S. Rodrigues, dono do açougue, faleceu em um acidente de carro. Se não me engano, sua esposa também faleceu. Ouvimos na rádio, e por ele ser conhecido, todos ficamos muito sentidos. Um abraço.

      Excluir
  4. olha na epoca eu tinha doze anos,me lembro ate hoje que as cheias era taõ grande que naõ deu muito tempo pra escapar,as aquas foram até o posto ipiranga na avenida

    ResponderExcluir
  5. eu morava ai nessa epoca ...
    tinha um ano de vida , minha mae sempre me contou mas eu nunca tinha visto as fotos ,e impressionante mesmo...hj moro em curitiba ..
    mas amo minha cidade natal.

    ResponderExcluir
  6. essas fotos me fizeram viajar no tempo, tinha seis anos naquela epoca mas me lembro como se fosse ontem,que Deus tenha piedade de todos e que as profecias nao se cumpram mais.

    ResponderExcluir
  7. tambem está lá nesta época,tudo muito triste,acho que muitas pessoas não tem nosão,tudo o que as pessoas passam,o mais triste é saber com tanto sofrimentos as pessoas não se ume,elas viram fêras,teria muitos relatos,uma novela da vida real.

    ResponderExcluir
  8. 28 de Outubro de 2009. 18:21 Sou Ana Maria, sempre residi em Palmas-Paraná. Mas, tive a oportunidade de ir em União da Vitória durante os dias q ocorreram a enchente em 1983. Além daquele visual desolador, com casas submersas, corpos sendo retirado das águas...Mas, o q mais me emprecionou foi as ossadas humanas de um cemitério q havia na entrada da cidade q as águas destruíram os túmulos, capelas...Deixando apenas ossos distribuídos ladeira abaixo.

    ResponderExcluir
  9. morei nessa maravilhosa de dez1982 a julho1983 tinha 12 anos e apesar de ter perdido quase tudo adoro esta cidade de povo acolhedor.

    ResponderExcluir
  10. em muitos misterios a serem revelados

    ResponderExcluir
  11. oi sou nascido ai nessa bela cidade. hj moro em curitiba desde 1977. mas sinto saudade dessa bela e aconchegante cidade.(Rosni)

    ResponderExcluir
  12. Quando a ponte do arco cair o morro vem junto
    no alto dele ja separuse as retiradas de areia do rio aumenta o prigo quem sabe finge não ver

    ResponderExcluir
  13. Alegrome que pessoas ainda se preocupam por esta cidade; Mas quem tem o poder fecha os olhos, agora é tempo de eles se lembrarem de nos TEMPO DE ELEIÇÃO.

    ResponderExcluir
  14. Tamebém sou nascida em porto união e lembro-me até hoje das cheias, foi um cenário terrivel.
    Qual era mesmo a metragem do rio naquela época, o nível que subiu?
    bom dia a todos
    Sileide FFLima de Joinville - SC

    ResponderExcluir
  15. JA MOREI NESTA CICDADE,LUGARZINHO BOM E TRANQUILO A NAO SER POR ESSAS ENCHENTES,SINTO SAUDADES

    ResponderExcluir
  16. pois é e parece que esta começando tudo novamente exatamente hoje o rio ja esta em 6,99 varias pessoas ja estão deixando suas casas e agora mais fotos e lembranças a serem contadas ?

    ResponderExcluir
  17. Nossa to morrendo de medo, se bem que hoje o rio ta com 7,01 m, ta baixando mas é alharmante!Em 83 era 10,42 m, a maior de todas as enchentes registradas, a segunda maior foi bem antes, em 1891 com 9,20.

    ResponderExcluir
  18. EU TO ADMIRADA NUNCA VI AS CASA DESSE GEITO IMAGINE A DE 83 CONFESSO QUE ESTOU COM UM POUCO DE MEDO...

    ResponderExcluir
  19. EM TODAS ESSAS COISAS ACONTECENDO VAMOS NOS LENBRAR QUE TEM UM DEUS QUE PODE NOS LIVRAR SE CADA PESSOA TIRAR UM TENPO PARA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO ISSO PODE MUDAR POIS MORO AQUI NESTA CIDADE E CONFESO QUE É UMA CDE OTIMA DE SE MORAR ....

    ResponderExcluir
  20. O PLANETA´É UM GRANDE CONJUNTO DE MINÉRIOS,NADA ADIANTA FICCAR PENSANDO NO PASSADO;JÁ SE PASSARAM 23 ANOS DE RETIRADAS EM PROL DO BENEFICIO PROPRIO; VOCES QUREMM PRESERVAR; DESATIVEM AS MAQUINAS UM POUCO.

    ResponderExcluir
  21. O PLANETA´É UM GRANDE CONJUNTO DE MINÉRIOS,NADA ADIANTA FICCAR PENSANDO NO PASSADO;JÁ SE PASSARAM 23 ANOS DE RETIRADAS EM PROL DO BENEFICIO PROPRIO; VOCES QUREMM PRESERVAR; DESATIVEM AS MAQUINAS UM POUCO

    ResponderExcluir
  22. HJ,pela primeira vez,uma senhora me contou e ensinou, uma historia de benzimento, deste profeta. Procurei no google e eis me aqui...
    amei conhecer ester ser tão especial.
    Obrigada aocriador do blog por ter me proporcionado esta descoberta.

    ResponderExcluir
  23. Olá. Eu tinha 13 anos quando aconteceu a grande enchente e presenciei a crença do povo nas profecias do monge João maria. Meu avô tinha um quadro com a foto dele em seu quarto e o venerava como santo. cresci ouvindo suas histórias sobre o monge, que era tão querido pelo povo. Ele ilustrava o rio como uma grande cobra, que engoliria a cidade um dia, quando a cruz caísse, e por coincidência ou não, a chuva parou e o rio começou a baixar quando colocaram no morro outra cruz. Ana Lucia Alves Oliveira, Professora, Camboriú.

    ResponderExcluir
  24. fui vitima desta enchente,na epoca com 10 anos, muito triste,sofrimento com meus pais e 4 irmãos...

    ResponderExcluir
  25. Adorei essas fotos, e ler um pouco da historia da nossa cidade, na epoca eu tinha so um ano mas pelo que ja ouvi falar e o que vi nas fotos realmente foi algo muito triste, espero que algo assim nunca mais se repita em nossa cidade,

    ResponderExcluir
  26. nasci e morei ai até meus 47 anos , sinto saudades e como,pois amo as cidades gemeas , se não fosse estas enchentes ainda estaria ai..

    ResponderExcluir
  27. eu nasci e morei em P.U. até meus 10 anos, sou de 1985 mas meus avós sempre contam dessa enchente, eu me recordo de uma, acho que era em 91 ou 92...com o corpo de bombeiros passando com as sirenes ligadas lá pelo bairro de Santa Rosa pra acordar todo mundo, pois a agua estava subindo rapidamente. agnte sempre ficava no colégio São José, pois meu Vó trabalhava lá e o Frei arrumava um lugarzinho pra gente ficar...E tem uma foto que me impressionou, pois parece que é o proprio colégio São José totalmente alagado. Pra quem conhece sabe como aquele lugar fica no alto... Agora eu vejo a dimensão do estrago desta terrivel enchente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao é o Col. Sao Jose na foto...
      O Colégio deve ficar no minimo uns 50mts acima do nível do Rio.

      Excluir
  28. foi legal parabens sobre as imagens é muito emportante para os a lunos e a judou muito no trabalho parabens

    ResponderExcluir
  29. parabemins pelas imagemis foi muintolega as imageim mea judou nomeu tra balho parabeims pelo posinho eu adorei conhecer ele foi muinto legal nosa parabeims voceis sao otimo para beims ass;bruno alvespadilha

    ResponderExcluir
  30. Eu residia em União nesta epoca, tinha 5 anos de idade,perdemos nossa casa, somente deu tempo de fugir com a roupa do corpo, foi muito triste, porem olho minha cidade hoje e fico mega orgulhoso de ver como somos guerreiros e somos igual a uma fenix, não renascemos das cinzas mas sim aguas...
    Hoje resido em São Paulo, a saudade é grande um dia ainda volto para minha terra...
    Daniel Santos

    ResponderExcluir
  31. Ao ler estas mensagens fiquei ate emocionado,pois no dia que iniciou a enchente de 83 eu fui dormir e a agua estava na rua de casa ,como ocorria com bastante frequencia,as 4hs da manha acordei com as cobertas molhadas quando o dia raiou a agua estava quase na janela e na rua mais ou menos1,7m c/ muita correntesa.estavam todos apavorados mais firmes O POVO GUERREIRO

    ResponderExcluir
  32. nao era nacida em 83 mas ouvia muitas estorias é uma cidade muito boa mas faz 6 anos que vim mora Otacilio costa sc sinto muita falta dai e de minha familia que é toda dai .

    ResponderExcluir
  33. Se possível, gostaria de saber se São João Maria também passou por Anita Garibaldi - Sc e se existem alguns registros ou vestígios

    ResponderExcluir
  34. Nasci em União da Vitória, em 1.970 fui para Curitiba, vim passar uns aqui e não pretendo sair daqui tão cedo. Adoro essas cidades que para mim não tem divisas.
    Voltei

    ResponderExcluir
  35. como eu amo minha cidade, moro em porto união , eu não era nem nascida nessa época da enchente, mais ja ouvi muito mais muito mesmo falar disso . tenho 16 anos então da pra ver que não presenciei isso haha , mais é bom olhar essas fotos e ver como o povo da nossa cidade é batalhadora e se ergueu tão rapidamente e como nossa cidade está crescendo cada vez mais.

    ResponderExcluir
  36. Que saudades desta cidade linda e maravilhosa e seu povo acolhedor.

    ResponderExcluir
  37. eu já fui no parque do monge joão maria e lá é muito legal eu entrei nas grutas mas lá nas gruts é muito escura e parece que não tem fim
    eu amei ir lá e pretendo ir de novo

    ResponderExcluir
  38. Muito interessante a história da passagem de São João Maria por Porto União.

    Tenho imenso interesse em saber se ele passou por Anita Garibbaldi - SC.

    Se alguém tiver conhecimento por gentileza me envie pelo meu e-mail amorim.ivo@gmail.com

    Agradeço.

    Ivo Santos de Amorim
    (48) 9167-7209

    ResponderExcluir
  39. sou de sao mateus do sul!conheci esta lenda de sao joao maria por uma professoura de porto uniao q veio trabalhar aki e me contou enteressei me pois coronel amazonas era avo do meu avo tenho orgulho da minha familia amazonas .pois sao joao maria tbm passou por aki e disse que sao mateus vai acabar em agua tenho medo pois ano retrazado a agua nos assustou um pouco mais a fe é maior.e minha vo fas uma simpatia para bronqite em que sao joao maria q ensinou a avó do meu vo rosemere amazonas q deus o tenha !!!

    ResponderExcluir
  40. como toda maradora de uniao da vitoria ouvi falar muito dessa enchente todos falam expressando muta luta e sofrimento mas oq prevalece é orgulho da uniao que gerou em toda a cidade coisidencia ou nao fez juz ao nome uniao da vitoria realmente a unia do povo fez com que a cidade toda se unice, apesae de nao morar mai s ai sinto muita falta e me orgulho muito dai.

    Parabéns Uniaõ da Vitoria

    ResponderExcluir
  41. que bom rever a história de minha cidade que amo, onde vivi 25 anos de minha vida, hj estou em Curitiba, mas Porto União ñinca ai sair do meu coração!!na época eu não existia ,sou de 1985, mas meus pais eram recém casados..lembro da enchente de 1992 eu tinha uns 6 anos , foi ´difícil tbm !!!

    ResponderExcluir
  42. nasci nessa cidade,so tenho lembranças ruins,fui embora dai com 15 anos,vendo essa fotos me lembro de tudo foi uma grande tristeza eu tinha 6 anos,vi meus pais perderem tudo,com trez filhos pequeno sem ter para aonde ir.hoje quase toda minha familia vive no rs,nao sinto saudades de Porto União.Me sinto uma sobrevivente.

    ResponderExcluir
  43. Muito legal essa historia , eu gostaria de partilhar a minha ligação com essa historia, eu vivi em União no ano de 1981 e ouvi essa lenda porem , a versão que me falaram era diferente, diziam que por parecer um mendingo, João Maria foi maltratado na cidade e recebeu ajuda de um senhor , que bem poderia ser o coronel Amazonas, mas não me lembro o nome; ao sair da cidade João Maria lançou uma maldição: "que a cidade seria destruida pela agua"; isso já era de se esperar se houve-se uma enchente,pois se olharmos no mapa o rio contorna o centro União e numa enchente o rio passaria direto, formando um mar de agua, o que de fato ocorreu. De qualquer forma na profecia João Maria teria dito que enquanto vivesse a ultima geração daquele homem bom a cidade estaria salva, porem quando morresse o último da geração a cidade afundaria na agua, em 81 só havia um decendente direto que já estava velhinho, e eu até lembrei da profecia quando a cidade alagou, pensei comigo, o velhinho deve ter morrido...bem verdade que eu nunca fui realmente verificar quem era o velhinho o se ele morreu ...

    ResponderExcluir
  44. sou de união da vitoria e tenho historias a contar sobre a enchente de 1985.pois estava esperando meu primeiro filho hj com 30 anos de idade.foi terrivel mesmo,hj resido em sp mais amo minha cidade natal se Deus quiser ainda volto pois quem bebe a agua do rio iguaçu sempre volta.























    clb

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vivi em União da vitória no anos 81/82, quando trabalhava na RFFSA e ouvi falar dessa professia, lembro que comentavam isso na ferrovia, é incrivel como realamente aconteceu a enchente.

      Excluir