sábado, 22 de novembro de 2008

A caminho de Pinhão (PR)

Em busca dos descendentes
de José Fabrício das Neves


Represa da COPEL no rio Iguaçu, entre Bituruna e Pinhão (PR).


Beira da estrada.

Lago na região central de Pinhão (PR)


O Sol se põe em Pinhão.

8 comentários:

  1. José Nery de OLiveira1 de julho de 2011 21:54

    municipis da cidade de Pinhao,eu josé Ney de Oliveira notifico atraves desta,que em breve estarei comparecendo ai e para sentarmos e conversarmos a respeito da àrea de terra localizada a começar da tapera do barbosa passando pela lagoa encantada,fazendo divisa com Maria Inacia,passando por Arroio do rincao do meio a procurar um outro morro, segue a beira da mata e encerra no morro do gavião esta area pertence aos meus familiares e herdeiros estamos dando entrada no eventario nossa meta e o concilio, obgda e felicidades a todos!!!!!!!!!!
    atenciosamente José Nery de OLiveira, neto de SR Pedro Silverio de Oliveira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola José.
      Segue meu email para conversamos:
      joaobatistafcj@gmail.com

      João Batista

      Excluir
  2. saudades da cidade q marco a minha infacia..

    ResponderExcluir
  3. MOREI LA NA NOVA DIVINEIA LA PERTINHO DO RIO

    ResponderExcluir
  4. sinto muita falta da minha cidade nata dos meus parentes moro ha muitos anos em santa catarina com meu pai mas esse lugar foi onde nasci por isso sinto tanta falta dele.

    ResponderExcluir
  5. saudades, morei apenas dois anos ai. Mas foi ótimo *-*

    ResponderExcluir